fbpx

Cuidados com a coluna para estudar melhor

Cuidados com a coluna para estudar melhor
Avalie

Você estuda muito e sofre com dores na coluna por isso? Então esse post é para você!

É comum um concurseiro passar de seis a oito horas por dia estudando, e com isso as dores nas costas acabam se tornando inevitáveis. Além de problemas mais sérios na coluna, as dores podem prejudicar o seu rendimento durante os estudos também.

Porém, algumas práticas podem te ajudar a cuidar da sua coluna para evitar dores e problemas mais sérios nessa região.

 

Se ajeita aí!

Para começar, aposto que sua postura está errada na cadeira nesse momento. Acertei? E aposto que agora que você leu a última frase esta aí se ajeitando para deixar a coluna ereta. Acertei de novo?

Pois bem, a postura é fundamental para evitar danos na coluna vertebral.

Normalmente para se passar em um concurso ou uma prova importante se passa muito tempo na mesma posição, normalmente se curvando para a mesa, relaxando a postura e as pernas.

Estudar não é uma tarefa fácil, e se você ainda não sofre com dores nas costas por isso, provavelmente irá sofrer em algum momento.

Estudar para um concurso, por exemplo, é algo que pode levar alguns bons anos de luta. Sim, eu disse anos. E cada hora estuda entra para a soma de esforço da sua coluna. Seja lendo livros, sentado ou deitado, assistindo vídeo aulas, pelo computador ou pelo celular ou tablet, fazendo anotações, digitando, a sua coluna é forçada, principalmente a região do pescoço.

 

Mas quais problemas o excesso de estudos pode causar para coluna?

Das doenças na coluna, as mais comuns que o excesso de estudos podem causar são:

 

HÉRNIA DE DISCO

Entre cada uma das vértebras que compõem a coluna, existe um disco intervertebral: estrutura cartilaginosa que possui um líquido viscoso em seu interior, responsável por proteger os nervos da medula espinhal. Quando o tecido cartilaginoso do disco sofre uma fissura e permite o escape do líquido interno, se inicia um quadro de hérnia de disco.

O fator genético é de grande influência no processo de degeneração dos discos, mas a hérnia de disco também pode ser desenvolvida em decorrência do envelhecimento, sobrepeso, obesidade ou do tabagismo. A frequência de esforços físicos pesados e repetitivos e o hábito de empurrar/puxar com movimentos bruscos são algumas das atitudes cotidianas que podem culminar em uma hérnia de disco. Dor aguda na lombar ou no pescoço (que irradia para braços, pernas, mãos e pés) e dormência nos membros superiores e inferiores são os principais sintomas do quadro – em casos graves, pode haver incontinência urinária e perda da firmeza nas pernas.

 

ESCOLIOSE

A escoliose é a deformação da coluna vertebral. Em condições normais, a coluna vertebral é majoritariamente reta – já os indivíduos com escoliose apresentam torções ao longo da extensão da coluna.

É uma condição bastante comum nos adolescentes, que tende a se agravar durante o pico de crescimento característico da puberdade, mas também pode ter origem genética (a chamada escoliose congênita, de nascença) ou ser decorrente de outras complicações neuromusculares. Os principais sinais da escoliose envolvem assimetria no aspecto dos ombros, quadris ou cintura, inclinação corporal para um dos lados, cansaço na coluna após longos períodos numa mesma posição e dor nas costas. Grande parte dos quadros de escoliose podem ser tratados com fisioterapia, mas a intervenção cirúrgica se faz necessária nos casos mais severos.

 

LORDOSE

Dentre as curvaturas naturais da coluna vertebral, existe a curva lordótica: leve curva para dentro, logo acima das nádegas. Configura lordose quando a curva lordótica é exageradamente acentuada ou reduzida (apesar de ser menos comum).

A lordose pode aparecer em qualquer idade e é ocasionada por fatores genéticos, obesidade, osteoporose ou fraqueza muscular (especialmente na região da musculatura abdominal e dos quadris). A pessoa com lordose tende a sentir dores na região da lombar e assume uma postura visivelmente exagerada, com as nádegas projetadas para trás. Um quadro grave de lordose pode, inclusive, comprometer a locomoção do indivíduo.

 

LOMBALGIA

Condição bastante comum que afeta a porção inferior da coluna, a lombalgia enquadra um grande conjunto de manifestações dolorosas na lombar por conta de alguma anormalidade na região. A lombalgia está entre os desconfortos físicos que mais acometem a população.

As causas da lombalgia são diversas, mas o descuido com a postura é a principal: sustentar uma postura curvada ao longo do dia, bem como dormir em posições inadequadas facilita o quadro. Obesidade, sedentarismo, envelhecimento, hérnias de disco, inflamações locais, genética e até mesmo questões emocionais podem iniciar ou agravar um quadro de lombalgia. Quando o incômodo permanece por até 12 semanas, considera-se lombalgia aguda; a lombalgia crônica pode acompanhar o paciente por todo o restante da vida.

 

 

CERVICALGIA

A cervical é a porção inicial da coluna, e tem ligação direta com os ombros, a caixa torácica e a cabeça – sendo a base de sustentação do crânio e possibilitando sua mobilidade. A cervicalgia, popularmente conhecida como torcicolo, configura a dor localizada nesta região, sendo bastante comum entre as pessoas que fazem uso do celular, computador ou televisão por horas a fio.

A cervicalgia pode ser causada por uma série de fatores: além da influência genética, o sedentarismo, a má postura, movimentos bruscos ou repetitivos, longa permanência em posição forçada, traumas e até mesmo o estresse também podem ser responsáveis pelo surgimento do quadro. Os principais sintomas da cervicalgia envolvem dificuldade de movimentação do pescoço e ombros, espasmos musculares na região, sensação de peso e ardência na parte alta das costas, formigamento e fraqueza nos ombros e braços e dor de cabeça.

 

Como prevenir todos esses problemas?

 

1 – Se movimente e se alongue:

Levante-se a cada 30 minutos e se alongue um pouco.

Com os músculos que compõem a parte de trás do corpo bem alongados, há a redução da incidência de dores nas costas.

 

2 – Cuidado com sua posição:

ao sentar-se, fique com os pés apoiados no chão. Os joelhos devem ficar dobrados em um ângulo de 90º e a lombar apoiada no encosto da cadeira, para as costas ficarem relaxadas. A mesa não deve ser muito alta e nem muito distante do estudante. Tem que ficar na altura do cotovelo, que deve ficar apoiado sobre a mesa. Do contrário, pode ocorrer risco de gerar tensão nos músculos do pescoço e ombro. O mouse também deve ter um apoio para o punho. O monitor deve ficar na direção dos olhos ou um pouco abaixo. Nunca acima. Um aparador pode deixar os livros em 45º e exigir menos do pescoço do aluno. Vai ficar numa posição semelhante ao notebook.

 

3 – Pratique exercícios físicos:

A coluna foi feita para se movimentar, e exercícios físicos vão ajudar a fortalecer a musculatura das costas.

 

4 – Se alimente bem:

Seu corpo usa vitaminas e minerais que você assimila para criar novas células e tecidos. Escolher alimentos ricos em vitaminas e minerais irá promover a saúde o bem-estar. Siga uma dieta baseada em vegetais e frutas frescas. Escolha peixe e frango em vez de carnes vermelhas ou alimentos fritos, evite alimentos processados.

E beba bastante água! Pelo menos 2 litros por dia.

 

5 – Durma bem:

Ao dormir nosso corpo descansa e recupera. Recomenda-se dormir por 6 a 8 horas por dia, para atingir o processo regenerativo máximo do corpo. E sempre na postura lateral ou de barriga para cima.

 

Cuide da sua Coluna!

Cada caso de dor nas costas é um caso, e se você estiver sofrendo com alguma dor muito forte na coluna, por exemplo, é necessário procurar um especialista em Coluna Vertebral, que vai poder identificar se há complicações maiores.

A Saúde&Coluna conta com time de especialistas em tratamento da coluna vertebral e tem como objetivo melhorar a saúde, gerando bem-estar e qualidade de vida, através da Quiropraxia.

Um bom funcionamento da Coluna Vertebral é vital para uma vida saudável.

Nos envie uma mensagem e conheça os benefícios que a Quiropraxia pode trazer para a sua vida.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

20 − 15 =

Main menu
Top