Conheça os problemas que uma mochila pesada pode causar

Conheça os problemas que uma mochila pesada pode causar
Avalie

Conheça os problemas que uma mochila pesada pode causar

Com os estudos, a lição de casa e as atividades extracurriculares, ir à escola pode fazer as crianças sentirem o peso do mundo nas suas costas. E às vezes isso é literalmente o que acontece. Depois de incluir lanche, cadernos e livros (que pesam cerca de 1,6 kg cada um), com isso o peso que ele carrega para cima e para baixo ou até as mochilas que são de puxar (de Rodinhas) pode ser enorme… e potencialmente perigoso trazendo danos a coluna, se não forem usadas corretamente.

Cerca de 5.000 crianças vão parar no pronto- socorro todo ano por causa de lesões ligadas a mochilas, e pelo menos 14.000 crianças recebem tratamento por esse motivo.

Para serem seguras, elas devem estar ajustadas na altura dos ombros e do quadril de quem a carrega, mas nem sempre é isso que acontece. Usar as mochilas de forma inadequada pode causar dores nas costas e no pescoço, além de comprometer a postura.

Os modelos que possuem rodinhas podem ser uma alternativa, mas o puxador deve ser do tamanho adequado à sua altura e a postura deve estar correta.

 

 

A dor na região aparece quando a mochila puxa os jovens para trás, dobrando a coluna e fazendo um arco com as costas. Esta posição pode comprimir a coluna, com as vértebras pressionando os discos entre elas. Se a criança tem que se inclinar para frente ao caminhar com uma mochila nas costas, ela realmente está muito pesada.

Os problemas podem ser notados no curto ou no longo prazo. Se você não quer que seus filhos tenham um dos problemas abaixo, causados pelo uso incorreto e pela carga levada nas costas, preste atenção: o peso da mochila não deve exceder 10% do peso do corpo.

Confira quais os problemas que podem ser causados a coluna da criança:

 

 

Segundo o Dr. Bernard Mattei, Quiropraxista fundador da Clínica Saude&Coluna, que possui especialização e vários projetos relacionados ao cuidado da Coluna Vertebral de crianças, o excesso de peso na mochila pode causar problemas como:

– Escoliose. A coluna entorta para um dos lados e deixa um ombro mais alto que o outro. Isso pode acontecer se você carrega a carga em apenas um dos ombros. Os sintomas são dores nas costas, braços e pernas.

– Hiperlordose. O bumbum fica empinado porque há um aumento da curva que fica próximo à base da coluna. O sinal do problema costuma ser principalmente dores nas pernas.

– Hipercifose. Aumento da curvatura no meio das costas, deixando ombros e pescoço inclinados para a frente e formando uma corcundinha. Os sintomas são dores nas costas, braços e mãos.

– Pinçamento do nervo. A coluna tem uma espécie de amortecedor entre uma vértebra e outra. A má postura ou movimentos bruscos pode fazer com ele saia do lugar e comprima a medula. Resultado: dor aguda na hora de fazer um determinado movimento.

– Hérnia de disco. Quando aquele amortecedor (ou disco) sai do lugar, pode dar origem a uma hérnia na coluna, limitando os movimentos.

 

Como reduzir o peso

  • O tamanho da mochila deve ser exatamente o necessário, pois se houver espaço sobrando, certamente a criança levará peso extra;
  • A mochila deve ter alças largas, acolchoadas, ajustáveis nos ombros (as estreitas podem causar danos nos nervos), um acolchoado na parte de trás e compartimentos no interior para que os itens mais pesados possam descansar contra as costas da criança;
  • É preciso ajustar as alças de modo que a parte inferior da mochila, quando cheia, não fique a menos de quatro centímetros abaixo da cintura;
  • Levar a mochila num só ombro porque isso desequilibra a distribuição de peso;
  • Embora não seja a preferida das crianças, as mochilas de carrinho aliviam o excesso de peso. No caso a altura deve estar adequada de modo que evite torção ou inclinação do tronco. A criança deve ficar reta. Crianças menores devem usar rodinhas maiores.

Quando a criança apresentar algum incômodo ou dor muscular, fique alerta e certifique-se de levá-la ao especialista para saber a origem do desconforto.

O Quiropraxista é o profissional ideal para avaliar a sua coluna e a do seu filho, pois sua formação é especializada em detectar, analisar, corrigir e principalmente prevenir todas as enfermidades relacionadas à coluna vertebral.

A Saude&Coluna conta com time de especialistas em tratamento da coluna vertebral e tem como objetivo melhorar a saúde, gerando bem-estar e qualidade de vida, através da Quiropraxia.

Todas as crianças, assim como visitam seu dentista regularmente, devem visitar um Quiropraxista para avaliar o estado de saúde da coluna vertebral, se educar de forma específica e eficaz sobre como deve cuidar da Coluna e assim evitar desenvolver problemas, contribuindo assim para reduzir a estatística de hoje que diz que mais de 80% das pessoas na fase adultas sofrem de algum tipo de problema relacionado a Coluna Vertebral

Um bom funcionamento da Coluna Vertebral é vital para uma vida saudável. Quanto antes for cuidada, menores as chances de desenvolvimento de algum problema no futuro.

Nos envie uma mensagem e conheça os benefícios que a Quiropraxia pode trazer para a sua vida.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

um × quatro =

Main menu
Top